RONDA DA CARIDADE

outubro de 2008

 

Provavelmente cruzamo-nos com os Sem-Abrigo todos os dias na rua mas o comum cidadão encontra-se muito ocupado com os seus próprios problemas e afazeres para poder perceber a decadência física, emocional e económica em que se encontram. Na verdade, bastaria um olhar mais atento, para que entre a multidão saltasse à vista um rosto amargurado, olhos espezinhados pela vida e aquela carga insuportável de miséria e de desespero que se lhes adivinha na alma.

 

Os Sem-Abrigo são, na maioria das vezes, esquecidos e ignorados pela Sociedade dos dias de hoje, por isso, a SEMENTE não poderia não tentar marcar a diferença. Assim, decidiu participar em mais uma Ronda de Caridade promovida pela Legião da Boa Vontade.

 

“Tive a oportunidade de participar numa “Ronda da Caridade” promovida para os Sem-Abrigo da Cidade do Porto, juntamente com a Legião da Boa Vontade (LBV). A noite estava gelada, mas para as pessoas que aguardavam a distribuição de comida e roupa era mais uma noite de inverno passada ao relento.


A ação iniciou-se na sede da LBV, onde programamos a ronda e preparamos os alimentos que íamos distribuir, nomeadamente, quites com duas sandes, fruta, iogurte, leite quente, sumo e arroz de frango.


Em todos os locais que parávamos estava sempre um grupo de pessoas, por vezes 30 de cada vez, com frio e doentes, ansiosas pela comida, com necessidade de desabafar e partilhar as dificuldades que sentiam no dia a dia. No entanto, dentro da melancolia, sorrisos se esboçavam quando a carrinha chegava. Foi possível distribuir alimentos e roupas a mais de 100 pessoas.


Com esta experiência tive oportunidade de observar de perto as dificuldades vividas por estas pessoas ‘sem rumo’, e senti que contribuí para lhes dar algum conforto e apoio. Por isso deixo aqui um apelo: participem nestas rondas de caridade. Aprendemos a dar mais valor àquilo que desvalorizamos, e quando passarmos por um sem-abrigo não vamos olhar para ele com indiferença e incómodo, como muitos de nós fazem, mas sim com vontade o ajudar.”

 

(Voluntário SEMENTE)

 

 

 

<< voltar
Formato Verde