A GALOPE COM UM SORRISO

julho de 2007

 

 

A SEMENTE – Associação de Voluntários da LIPOR, levou a cabo a sua 6ª ação, dedicada ao trabalho com jovens portadores de deficiência.


Neste sentido, nos passados dias 5 e 6 de julho, proporcionamos a 50 jovens do MAPADI - Movimento de Apoio de Pais e Amigos do Diminuído Intelectual, da Póvoa de Varzim uma experiência única no Centro Hípico do Porto (Sport Club Porto).


A animação começou logo no autocarro com a distribuição de bonés, a realização de uma dinâmica de apresentação dos voluntários ao grupo de jovens e monitores do MAPADI e a descoberta de alguns talentos nas “cantorias” que animaram toda a viagem. Todos os participantes tiveram oportunidade de visitar as cavalariças bem como montar a cavalo.
“A Galope com um Sorriso”, foi uma ação cheia de sorrisos e onde muitos obstáculos foram também ultrapassados!


O Patrício Vieira, que para além de se ter mostrado um dos jovens mais alegre e cheio de energia é também um Poeta muito conhecido em terras Poveiras (e não só!), deixou também uma mensagem ao grupo Semente que por certo é um incentivo para continuarmos: Obrigado….


Dedico-vos este poema
em jeito de canção,
Obrigado à Lipor,
Do fundo do coração
No convívio que tivemos
ao longo da nossa viagem,
juntos cantastes para nós
uma linda mensagem!...
Cantámos e brincámos,
Isso é verdade!
Mas, andar a cavalo,
foi uma grande felicidade!
Ao dizer obrigado,
estamos felizes e contentes,
por tomarem iniciativas giras
e bastante diferentes.
Foi um dia lindo,
vivido com emoção.
Aqui vai um muito obrigado
à nossa Técnica de Reabilitação.
Despedimo-nos até um dia,
transbordando de emoção,
p'la oportunidade que nos deram
ao contactar a nossa instituição.
Patrício Vieira

 

 

Frases citadas ao longo do dia pelos nossos Convidados:


"Foi um dia maravilhoso graças aos amigos da Semente. Obrigado." Hélder Rui
"O cavalo é um animal muito fácil de montar. Gostei muito de andar a cavalo mas também de fazer o jogo dos índios". Fernando Gaspar
"Durante a tarde vi os cavalos dentro do estábulo, dei miminhos a um pónei e gostam de tomar banho para depois andar mão". Ricardo Reis  

 

 

<< voltar
Formato Verde